Image Map

19 de dez de 2013

Tarde Demais Pra Esquecer (Adaptada) - Capitulo 100°

|
O_o 100 já? kkkk
Um beijo e uma dedicação de capítulo para a Ana, Gabby e a anony :)


Lua não disse nada e Arthur mordeu o lóbulo da orelha dela, que se arrepiou e mexeu os ombros tentando afastar a cabeça dele dali. Mas Arthur desceu os beijos, distribuindo-os no pescoço da loira. Lua suspira, aquilo era muito bom! Mas não podia acontecer, ele não podia `domina-la` levantou brutalmente, conseguindo se separar daqueles braços fortes e pesados que a segurava. Em pé, apontou o dedo para Arthur e disse irritada.

Lua: Não faz mais isso! Eu não quero.

Thur a olhou e se levantou e disse com sorriso nos lábios.

Thur: Nao mesmo?
Lua: Eu já disse Arthur... Primeiro *suspira* Como eu já falei antes, la na detenção do colégio lembra? Você nem beija tao bem assim para eu querer te beijar e tem mais, você não tem aquela pegada, sabe? 

Arthur a olhou irritado. Quem Lua pensava que era para dizer isso a ele? Ele tinha pegada e beijava bem sim, tinha certeza disso, alias, a maioria das garotas do colégio dele podiam confirmar isso. Quem Lua era para ser a unica a dizer ao contrario? Mas ela ia ver, ele ia provar que tinha, tem e terá sempre a pegada! Olhou para ela e disse se aproximando...

Thur: Aé? Nao tenho pegada? *sorriu* Então vamos ver!

Arthur foi agarrar Lua mas a loira foi mais esperta e saiu correndo, Arthur a olhou sorriu e foi atras dela...

Lua saiu correndo e entrou dentro de casa ficou de um lado de uma mesa que tinha na sala e Arthur do outro, Lua estava se divertindo, mas sentia um pouco de medo se Arthur a pegasse, não queria nem imaginar! Olhou para ele e disse tentando não sorri.

Lua: Para com isso!
Thur: Agora vou te mostrar quem tem pegada!
Lua: Arthur eu não to brincando!
Thur: Nem eu !
Lua: Para com isso!
Thur: Nao! Você provocou agora vai ter!

Lua ameaçou ir para um lado e Art
hur foi junto mais ela voltou e foi pelo lado oposto correndo para fora da casa novamente. Arthur voltou a correr atras dela e foram correndo pelo jardim até que Lua foi até a piscina e ficou de um lado e Arthur do outro

Thur: Nao adianta! Uma hora voce vai cansar e eu vou te pegar!
Lua: Vai me estuprar é?
Thur: Se for preciso!
Lua: Seu ridículo!

Lua voltou a correr e sem querer, perdeu o equilíbrio e caiu na piscina. Arthur olhou-a caindo sorriu e se tacou na piscina. Nadou até ela e quando ela ia sair da piscina ele a puxou pelo pé e a agarrou.

Arthur a segurou em seus braços, não deixando a loira sair. Foi a levando até o fundo da piscina, onde sabia que ela não dava pé. Lua batia no ombro e nos braços de Arthur, pedindo para solta-la, Arthur apenas sorria, chegou no fundo e foi até a borda da piscina, pressionando Lua entre ele e a borda ..

Lua: Seu idiota! Volta comigo la no raso!
Thur: Não *sorrindo* Vamos ficar aqui!
Lua: Art
hur eu não to brincando *autoritária* Me solta AGORA!
Thur: Você quer que eu te solte mesmo ?
Lua: Você ainda não percebeu? *revirando os olhos, irônica*
Thur: Ok .. então !

Thur soltou Lua e ela afundou por não colocar os pés no chão e por estar somente entre ele e a borda, ele a puxou para cima, gargalhando da cara dela, que estava com os cabelos colado no rosto.

Lua: ARTHUR *passando a mão no rosto de tirando o cabelo molhado e bagunçado da cara* Aqui é muito fundo !
Thur: Para anãs como voce, é sim ! *disse com um sorriso nos lábios*
Lua: ANÃ É A MÃE ! *batendo no braço dele* Me larga!

Thur fez menção que ia solta-la, mas Lua segurou nele, ele olhou para ela, ergueu as sobrancelhas e disse com deboche

Thur: Ué? Nao queria que eu te soltasse...
Lua: E quero. Mas não aqui no fundo e ainda mais sendo esmagada por um gordo que nem você aqui na borda!
Thur: Ahh gordo? Eu? *se fingindo de ofendido* Agora que não largo !
Lua: Arthur *suplicante* Me solta!
Thur: Humm *fingindo que pensava* Não ! 

Lua faz uma cara de enjoo e solta um murmurou xingando Arthur, que sorri e a pressiona mais entre ele e aborda e diz no ouvido da loira

Thur: Agora chegou a hora de te provar, né ?
Lua: Provar o que Arthur? *revirando os olhos, sem paciência*
Thur: Se eu tenho ou não a pegada !

Lua: Arthur... Para com isso!

Disse Lua um pouco assustada, ao ver Arthur descendo suas mãos até a cintura da menina e a puxando mais para si.

Thur: Você provocou Lua!
Lua: Por favor!
Thur: Nao adianta reclamar ! *umedecendo os lábios com a língua* Você afirmou um coisa e agora vou te provar que voce esta enganada!
Lua: Aff *revirando os olhos* Você tem pegada e beija bem, ta bom assim ? *disse impaciente*
Thur: Não, ainda não .. *aproximando mais seu rosto do de Lua*
Lua: Art... 

Para de falar , ao sentir um arrepio em si, quando sente Arthur a levantar um pouco e dar beijos em seu pescoço. Lua tentou se movimentar para afastar Thur mas estava pressionada demais para ela conseguir se mexer, tentou empurra-lo para frente mas ele era mas forte e não saia do lugar. Lua parou de tentar recusar ao sentir Arthur beijando o lóbulo de sua orelha, fechou os olhos, não tinha como sair, então ia deixar rolar.

Lua levou uma de suas mãos e entrelaçou no cabelo de Arthur enquanto a outra acariciava os braços largos do moreno. Thur percebendo que Dulce estava relaxada, soltou um pouco a loira e voltou a beijar o pescoço da mesma, mordia, chupava e beijava, as vezes abria um pouco os olhos para ver o rosto de Lua e sorria ao vê-la de olhos fechados e mordendo o lábio inferior. Lua podia lutar o quanto quisesse para negar tudo aquilo mas só em sentir aquela língua quente, macia e aqueles lábios perfeitos, no seu pescoço e em sua orelha, logo ali, que era onde causava tanto arrepio nela, não tinha como negar .. Era tentação demais! Depois de um tempo, largou um pouco Lua fazendo ela afundar mais um pouco e de uma forma que a boca dela ficasse da altura da dele, ele abriu os olhos e a viu de olhos fechados, com a respiração ofegante, ele passou a língua pelos lábios e aproximou o rosto ao dela roçando os lábios de ambos...

Thur: Quer .. me .. beijar ?

Disse enquanto roçava e dava mordidas no lábio da loira. Lua estava tão envolvida, tão excitada, que na hora não pensava mais em nada, queria mesmo era beijar Arthur e só. Ela ainda de olhos fechados e murmurou.

Lua: Uhum ..

Arthur se afastou mais um pouco, e sorriu de canto de lábio, olhou para ela, tão entregue, como tinha vontade de beija-la. Mas não, o orgulho é maior, se aproximou e foi até o ouvido dela e disse...

Thur: Ué, quer beijar alguém que beija mal e que não tem pegada, é?

Disse com um ar irônico. Lua abriu os olhos em imediato ao perceber no que estava acontecendo. Nao acreditava , tinha caído no joguinho de sedução de Arthur. Sentiu uma raiva dele e de si própria também, olhou para ele que estava com um sorriso nos lábios...

ÓDIO! 


Arthur estava mais relaxado e não fazendo força, então Lua conseguiu empurra-lo fazendo ele ir para trás, ela se esquivou e saiu nadando, Thur a olhou e disse sorrindo.

Thur: Só fiz uma pergunta, Lua! *falando alto, observando a menina nadando até a borda* Volta aqui pra gente continuar!

Art
hur sorriu... Lua devia ter aprendido que nenhuma mulher tinha o direito de chama-lo de sem pegada e que ele não sabia beijar. Apoiou o braço na borda da piscina, se segurando, e ficou sorrindo observando Lua, enquanto a provocava

Thur: Volta Luinha.

Lua não dizia nada, apenas nadava até o raso. Chegando la, subiu a escadinha, saindo daquela piscina o mais rápido possível .

Lua foi dando passos largos até a espreguiçadeira e começou a se secar o mais rápido possível, queria entrar logo pra dentro de casa e para de escutar a risadinha de Arthur e parar de escutar ele a chamando para voltar para piscina como deboche. Ele olhava Lua se secando apressada e sorria ainda mais e continuou implicando com a loira.

Thur: Juro que não vou ser mais malvado! *sorriu com desdem* Pode voltar para cá!

Lua não dizia nada, sabia que qualquer expressão que fizesse ia começar a chorar e tinha prometido a si mesmo que nunca mais Arthur ia vê-la chorando. Ja seca, pegou sua saia jeans e a coloco , nem a abotoou, estava cansada da voz de Arthur, foi andando em direção a parte de dentro da casa pensando em como Arthur tinha a humilhado,  parou de andar, humilhada? Não, não, não .. a meses atrás essa palavra tinha saído definitivamente de seu vocabulário! Respirou fundo. Nao podia deixar isso barato. Agora ela era outra, era melhor do que antes e ia conseguir demonstrar que ele não tinha conseguido afeta-la, abotoou a saia, engoliu o choro, respirou fundo e se virou voltando o caminho e parando em frente a Arthur do lado de fora da piscina.

3 comentários :

  1. por favor anjo posta mais um hoje please.
    Bárbara

    ResponderExcluir
  2. posta mais.... cada vez melhor sem palavras

    ana

    ResponderExcluir
  3. quer um layout novo. encomende em http://weartdesigner.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe