Image Map

22 de fev de 2014

Tarde Demais Pra Esquecer (Adaptada) - Capitulo 149°

|
Lua: Ainda não acredito que aceitei isso 

Reclamou a loira, amedrontada, andando agarrado com o braço de Arthur, pelo matagal que tinha perto do prédio dele. O moreno andava na frente os guiando com uma lanterna, sabia aquele caminho de cor, mas a noite era um pouco complicado, mas mesmo assim não era problemas para ele.
Arthur: Relaxa, já estamos chegando!
Lua: Thur... eu já vim aqui de manha, mas de noite? Não é perigoso?
Arthur: É, Lua. Eu te trouxe aqui porque sou um suicida *respondeu, revirando os olhos* Pelo amor de Deus, né loira? Já acampei diversas vezes com meu pai aqui... é tranquilo, o único problema é os mosquitos, mas eu trouxe Off.
Lua: Ótimo.

Concluiu a loira, ainda amedrontada. Andaram mais um pouco até chegarem ao lugar desejado. Thur abriu um largo sorriso, jogando a luz da lanterna em direção ao lugar. Lua deixou escapar um sorriso e os dois ficaram fitando a casa da arvore, recordando da tarde que tinham passado ali. 
Arthur balançou a cabeça melancólico e segurou na mão de Lua a conduzindo até para dentro da casa .


Arthur assim que chegou até o topo da casa, jogou a mochila no chão e começou a ajeitar as coisas. Retirou o Off dali de dentro e entregou a loira para ela começar passando, em seguida, pegou um dos lençóis e cobriu o chão do local. Pegou as velas e acendeu com o fosforo que tinha trago. Esperou a cera delas caírem no chão para depois gruda-las ali. Sentou e fez sinal com que Lua sentasse ao seu lado. Ela sorriu feliz, até que tinha sido uma boa ideia, aquele lugar lhe passava calma, só podia escutar o barulho dos ventos sobre a arvore, algumas cigarras, a respiração de Arthur e o melhor som, a voz do mesmo. Voltou a olha-lo e apreciou ele passando Off sobre as pernas, sentiu um arrepio dentro de si e desviou o olhar, não querendo pensar mais no corpo perfeito que o loiro tinha. Arthur acabou de passar o produto e guardou na mochila, jogando o olhar sobre Lua.
Arthur: Gostou da surpresa?
Lua: Maravilhosa! *sorriu abertamente* Adoro estar aqui.
Arthur: Ligue para as meninas avisando que esta comigo, para tranquiliza-las!
Lua: Nossa, tem razão *deu um tapa na cabeça* O celular pega aqui?
Arthur: Mal, mas pega ! *abriu o bolso inferior da mochila, retirando seu celular dali* Pede para avisar pros meus pais que vou dormir na casa do Micael.
Lua: Como? Não voltaremos hoje? *nervosa, tragando a saliva*
Arthur: Pretendo passar a noite contigo *piscou para a loira *
Lua: 
Arthur... *arregalou os olhos, assustada*

Arthur: Acalma, loira! Como já disse não vou abusar de você, ao menos que você queira. Dormiremos aqui como amigos e amanha sairemos cedo. Mas se quiser podemos voltar agora e...
Lua: Não * interrompeu o mesmo e continuou* Não sei de devo, mas ficarei contigo hoje.


Lua não sabia se era o certo, mas o amava, e ficar a ultima noite no Brasil, talvez não fosse certo, mas era o que ela mais desejava. Arthur entregou o celular para ela que logo ligou para o celular de Melanie. Apesar da ligação esta ruim, Melanie conseguiu entender que ela e Micael deveriam mentir, cada um dizendo aos pais de Lua e Arthur que os mesmo iam dormir na casa deles.

-

Lua: Toma.

Disse a loira entregando o celular para 
Arthur, que o pegou e guardou na mochila. Depois disso, o famoso silencio prevaleceu e os dois não sabiam como começar a falar, conversar. Arthur aproximou seu corpo com de Lua, ficando ao lado da mesma. Ela subiu o olhar até encontrar com o dele e os dois soltaram um sorriso tímido. O moreno respirou fundo e passou a mão na maçã do rosto da mesma, a fazendo cerrar os olhos, ao sentir o toque. Ele sorriu ao comprovar mas uma vez que tinha influencia sobre ela. Aproximou seus rostos, fazendo que os dois sentissem a respiração agitada, um do outro. Arthur sorriu e beijou o nariz da mesma, em seguida confessou.


Arthur: Eu sei que não sou a pessoa certa para você, mas tenho certeza que você é a certa para mim. Foi tarde para perceber isso, foi difícil para eu aceitar esse sentimento... sei que se não somos felizes é por minha culpa e vou levar esse peso nas minhas costas até o ultimo dia da minha vida. * respirou fundo , sentindo um nó na garganta* Mas só quero que saiba de uma coisa e que jamais volte a duvidar disso: eu te amo, como nunca amei ninguém. Eu sei que apesar de tudo, eu sinto aqui dentro... * botou a mão da mesma em seu coração* que ainda não acabou! Esse sentimento que eu tenho por você é imenso demais para se apagar. *cerrou os olhos e continuou* Eu te amo e não vai ser porque você esta do outro lado do pacifico é que vou deixar de te amar *apertou Lua entre seus abraços e sussurrou, entregue as emoções* E eu queria te pedir uma ultima coisa. Deixa eu te beijar e te sentir junto a mim, pelo menos por uma ultima vez? 

Arthur sentiu que a resposta estava tardando e abriu os olhos para olhar Lua. A viu de olhos cerrados, com lagrimas e lagrimas descendo em seu rosto. Ele limpou todas que caíram e depois com uma mão a puxou mais para si, e com a outra, entrelaçou no cabelo da mesma, afastou o lábio superior do inferior de Lua com os próprios, levou as mãos ao rosto da mesma e acariciou. Lua sentiu-se nervosa, mas não deixou que o momento fosse interrompido. Ele introduziu a língua na boca dela e ela não fez diferente. Percorreram cada canto da boca alheia, explorando cada lugar como se nunca tivessem explorado uma. Lua passou as mãos pelo pescoço dele, provocando arrepios em Arthur cada vez que acariciava sua nuca. O beijo calmo ganhou intensidade demostrando o carinho e desejo que os envolviam.


Apartaram as bocas e Arthur beijou o lábio inferior de Lua e finalmente largou da boca dela. Com a boca entreaberta tentando `saborear` o gosto da boca do outro, permaneceram de olhos fechados tentando raciocinar se aquilo era certo ou não. Voltaram a abrir os olhos no mesmo segundo e se encararam profundamente. Involuntariamente o olhar de ambos desceram para os lábios de cada um. Era muito desejo, muita vontade.. muito amor

3 comentários (um de cada) e eu posto mais um hoje, bora!?

5 comentários :

  1. A Luinha e o Thur tem que ficar juntos... Nao faz a Luinha viajar,deixa eles juntinhos ! :)

    ResponderExcluir
  2. ai amor tou amando posta mais 3 ate hoje ahahah
    Ass:Bárbara

    ResponderExcluir
  3. posta mais,como eu já disse to amando essa web !!!

    ResponderExcluir
  4. Por favor Nath deixem eles juntos vai , ou ela n viaja ou ele vai com ela pff
    Ass : Bruna

    ResponderExcluir

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe