Image Map

20 de fev de 2014

Tarde Demais Pra Esquecer (Adaptada) - Capitulo 145°

|
Capítulo Gigante


Thur: Escutei a sua conversa com sua mãe no telefone! *comentou, mexendo com o pé* Parabéns, você conseguiu!
Lua: Obrigada! 
Thur: Deve estar muito feliz, né?
Lua: Meu sonho, Arthur! Como poderia ficar triste?
Thur: Tem razão! *suspirou, sorrindo irônico* E irá mais uma vez embora do Brasil?
Lua: Faz parte!
Thur suspirou sentindo seu estomago revirar em seu interior. Lua não podia sair do Brasil, não mesmo .
Thur: Lua! *inclinou o corpo de lado, olhando pela primeira vez para loira* Olha para mim! *levou a mão até o rosto dela, obrigando-a a olha-lo* Você ira mesmo deixar tudo aqui de novo? *suspirou* Deixar seus pais, seus amigos *tragou a saliva* você vai mesmo me deixar?

Lua: Eu não vou deixar ninguém, Arthur! *disse a loira, tirando o seu rosto das mão do mesmo* Thur: Vai sim *afirmou com a cabeça* Você vai morar na Espanha, longe do Brasil... longe de mim! * lamentou tristemente*
Lua: Eu vou realizar meu sonho! *argumentou, olhando para frente, com olhar perdido*
Thur: E vai deixar as pessoas que te amam?
Lua: Não dificulta, Arthur *respirou fundo, cerrando os olhos* Por favor!
Thur a observou de olhos fechados movimentando as pernas, inquieta. Ele suspirou, lançando o olhar para o chão enquanto passava a mão nos cabelos. Lua não podia deixa-lo, pensou inconformado. Lua não podia deixar ele, mais uma vez... não agora que ele tinha descobrido que a amava e a amava tanto mais tanto que. Suspirou , passando as mãos pelo cabelo. O que adiantava sentir isso tudo se daqui a semanas ela não estaria mais ali e o pior é que ela nem estava se importando para como ele ia ficar ou não. Lua era muito... egoísta. Isso, egoísta, pensou para si. Só estava pensando no bem dela , mas não tinha parado para pensar em como a família , os amigos e principalmente ele ficaria. Uma raiva subiu em si e se misturou com a dor da futura perda.

Thur: Você esta sendo egoísta! *esbravejou, fazendo com que ela o olhasse* Você vai embora sem nem pensar em como nós todos aqui vamos ficar? Você só esta pensando em seu sonho, em como você vai se dar bem enquanto os outros? *sorriu irônico* Foda-se os outros, né?


Lua sorriu indignada e negou com a cabeça. Ele estava mesmo a chamando de egoísta? Ela? Que tanto fez pelos outros, que passou dias e dias dedicando tudo por ele. E agora que foi lutar por um sonho dela... ele vinha a criticar? Aquilo era a prova de que Arthur ainda era o egocêntrico de antes, que só pensava nele. Abriu um sorriso sínico e falou calmamente..

Lua: Parabéns Arthur! *bateu algumas palmas, ainda com o sorriso sínico no rosto* Você acabou de me mostrar que é o mesmo de sempre! Egoísta que só pensa em você.
Thur: Ah eu que sou? *negou com a cabeça, sorrindo irônico * Quem só esta pensando em si não sou eu não, meu bem!
Lua: Ah não? *respirou fundo, soltando um suspiro debochado* Tem certeza do que você esta falando Arthur?
Thur: Tenho ! *disse firme, com a raiva o cegando* Eu sei que já fui muito idiota mas hoje eu mudei, mudei por você e você não valoriza isso *suspirou inconformado* Que droga, Lua! *bufou, batendo o pé no chão* Por que tudo é tão difícil? Custa você ficar aqui e deixar de ser orgulhosa?

Lua: Custa, custa muito! *suspirou, tragando a saliva* Custa porque fui eu quem sofri dias e dias, custa porque fui eu que derramei litros e litros de lagrimas, custa porque fui eu que fui humilhada, custa sim, Arthur, custa muito! *respirou fundo e continuou a falar* Sabe? Você disse que eu sou egoísta. Mas deixa eu te contar uma história... Quando eu contei que ia participar desse concurso para Mel, para Soph, para meus pais e tudo mais ele ficaram felizes porque sabiam que eu ia ficar feliz, porque eu ia realizar um sonho. E isso que é o amor, você esta feliz com a felicidade do outro e você ainda diz que me ama, né? *sorriu irônica* Mas que amor é esse que não deixa eu nem realizar meu sonho, hein? *negou com a cabeça, sentindo a voz embargar* Eu nunca lhe dei motivos pra você me chamar de egoísta... *escutou a buzina vinda do carro de Cláudia chegando * mas agora vou lhe dar ! *suspirou, levantando da calçada* Chega! *respirou fundo* Não aguento mais... amanhã esqueça que eu era sua dupla no concurso, agora estou pensando em mim e ficar com você mais um minuto não está me fazendo bem! Então não me espere amanha.

Dito isso a loira virou de costas, acelerou os passos e entrou no carro de Cláudia que deu a partida. Arthur ficou a olhando sair sem reação, ainda tentando similar a cena de minutos atrás. Tinha feito tudo errado, mais uma vez!

No dia seguinte.

Eram 18:00, faltava uma hora para começar o concurso. Lua estava dentro seu quarto, decidida. Não iria cantar nesse concurso... não com Arthur de dupla. Inúmeras foram as vezes que sentiu seu celular tocando com o numero de Arthur, Sophia, Melanie, Luiza, Sérgio... mas se recusava a atender, não ia e ponto.

Estava deitada na cama, apenas com pijama, deixando algumas lagrimas derramarem, sabia que era errado o que estava fazendo, mas não tinha mais condições em ficar com Arthur, não depois de ontem. Olhava em um ponto fixo quando escutou a porta de seu quarto abrindo rapidamente. Sentou na cama, pelo susto e olhou Chay e Micael adentrando no local.

Chay: Até que enfim! *suspirou aliviado*
Lua: Mas como? *olhando para eles confusa* Que vocês dois estão fazendo aqui?
Micael: Viemos te resgatar para o concurso!
Lua: Vocês? *ainda não entendendo nada* Eu não vou no concurso!
Chay: Ah mais vai! *afirmou com a cabeça, firme* Ou não me chamo Chay Suede!
Lua: Então mude de nome, Chay! Porque eu não saio daqui.

Chay: Isso é o que vamos ver e..
Micael: Pera ai gente! *falou sério, se sentando na cama ao lado de Lua* Lua, por favor... vai cantar lá!
Lua: Não... estou decidida!
Micael: Lua olha para mim *a loira o mirou* O Arthur já fez muita merda, já errou bastante... mas vai cantar com ele! Você não faz ideia do quanto ele está mal *suspirou, mexendo nos cabelos* Ele me contou o que ele fez ontem e eu sei que ele foi idiota, mas é que o Arthur quando fica nervoso fala coisas demais, sem pensar, entende?
Lua: Entendo, Micael * suspirou, amarrando o cabelo em um nó* Mas eu não vou... eu cansei!
Chay: Lua... você não sabe o quanto ele estava feliz por cantar com você! Nesse concurso era a única maneira de você ir falar com ele, ficar com ele e ele se contentava só com isso. Agora você vai pra Espanha, mas pelo menos canta com ele, vai? Meu amigo é totalmente imbecil, mas eu te garanto... ele morre de amores por você! Dê esse presente para ele *a olhou carinhosamente, agachando na altura da loira* É só cantar!
Micael: Você depois vai para Espanha mesmo e nunca mais vai o ver! Pelo menos deixa ele ter essa lembrança com a mulher que o ensinou a amar... Uma lembrança boa com o primeiro amor dele!
Chay: Isso, loira... ele te ama!
Micael: E para você ter uma noção... ele até fez uma musica que tá aqui ó *tirou um papel do bolso* E claro se você for cantar, vocês cantariam essa musica!
Lua: Ele fez uma musica? *franziu o cenho meio impressionada* 
Micael: Pra você!

Lua abaixou a cabeça, meio pensativa. Sentiu seus olhos umedecerem e respirou fundo, engolindo o choro. Voltou o olhar para Micael e Chay, confusa... estava indecisa.

Chay: Então Lua... você vai ou não?


2 comentários :

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe