Image Map

22 de jan de 2014

A Última Chance - 12° Capitulo

|

POVS Narrador
E Lua saiu correndo para casa, fazendo Arthur ficar a olhando confuso. Lua entrou em casa batendo a porta.
-LUA?!- Sua mãe gritou do escritório vendo um vulto passar- Lua!- Ela foi até o quarto de Lua e ficou batendo na porta- Abre filha!- Lua estava deitada olhando para o teto sorrindo- Lua?!
- Oi mãe!- Disse bufando
- Abre aqui!
- Não! 
- Tá com o que? 
- Com nada mãe, nada!
- Tem certeza?!
- Tenho!
- Tá bom! Quando o jantar estiver pronto eu venho te chamar. 
- Tá bom, tchau!- Cláudia sorriu e voltou a fazer suas atividades. 
POVS Lua
Eu tinha aceitado a sair com o Arthur para mostrar o condomínio a ele. Pensei que fosse um passeio qualquer, comum, bem…Nem tanto! 
Primeiro: Teve aquele abraço SUPER gostoso, ah foi. Deu vontade de nunca mais soltar ele, de apertar, oh my god que homem. E aquele perfume? Ele tinha um cheiro maravilhoso, uma pele macia, e um abraço viciante. Jesus!
Segundo: Aquele quase beijo, um encontro de bocas e de olhos. Foi um quase beijo, não porque eu não quis, mas porque eu achei que ainda estava muito cedo para isso, nos conhecemos hoje e já vamos nos beijar? E além do mais ele está “comprometido” com aquela vaca, OPS hahahahahaha. Deu muita vontade de beijar ele naquela hora, mas é, não deu.
POVS Arthur
Já tinha chegado do meu “passeio” com a Lua, e que passeio viu?! Queria ter mais passeios assim com ela, hahahahahaha. 
Ela me mostrou o condomínio e depois a gente saiu e fomos à uma sorveteria. Chegamos lá pedimos nossos sorvetes e nos sentamos. O clima era muito bom. Conversamos sobre várias coisas. Quando iamos voltar, um rapaz nos parou e conversou com a Lua, confesso que antes de saber quem era ele eu me senti um pouco incomodado daquela liberdade dele com a Lua, mas depois que descobri que era o primo dela me senti mais aliviado, hahahaha. Enfim, voltamos para nossas casas, e no final não podíamos esquecer de um abraço não é?! Bem, e daqueles simples abraço, ia saindo um beijo. Tudo sem querer querendo claro, hahahahahaha. Eu desejei beijá-la naquela hora, mas não sei o que deu nela que decidiu sair correndo e me deixar lá parado confuso. Estávamos tão perto, mas ela pulou fora, quem sabe numa próxima?! 
Bom, chego em casa e vejo a TV da sala ligada em um filme, e Sophia e Micael quase se comendo na sala. 
- QUE POUCA VERGONHA É ESSA AQUI?!- Já perceberam que eu me exaltei não é?! 

2 comentários :

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe